Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

quiçá um colibri

atualidade aos olhos de um colibri. uma perspetiva diferente, um voo nostálgico e dinâmico pelas ruelas da nossa terra. braga

quiçá um colibri

atualidade aos olhos de um colibri. uma perspetiva diferente, um voo nostálgico e dinâmico pelas ruelas da nossa terra. braga

o gato da tia Violeta

O mundo parou. Naquele momento faltavam doze segundos para as cinco da tarde. A rua era infinita aos seus olhos; orelhas aguçadas, pêlo sedoso e uma cor completamente normal, mas os olhos, ai aqueles olhos... o verde cristalino mais parecia ter saido de um conto que eu nunca tivera oportunidade de constatar. Um aroma a jasmim pairava no ar, era obra daquele jarro de lindas flores que a tia tinha colocado no parapeito da janela naquela manhã; comprou um molho lá no mercado, assim dava um ar mais fresco ao antiquário do senhor Lourenço que ficava mesmo por baixo da sua casa. O cenário era perfeito e o mundo continuava parado. A adrenalina era grande, o coração palpitava ao ver aquela linda criatura de pêlo branco cruzar a rua. O "desfile" a que o gato da tia Violeta assistiu ficará para sempre guardado dentro daqueles olhos verde água; jamais um momento como aquele voltará a acontecer. Faltavam onze segundos para as cinco e o mundo voltou a girar. ou isso ou quiçá um colibri.

gato.JPG

 

gente da terra #1

A chuva cai, a brisa fria vai ganhando terreno sobre o manto quente e seco do verão passado. O cinza invade ruas, planicies e montanhas. Na cidade corre-se pelas bermas e pelos cantos. São duas da tarde, é preciso retomar o expediente. O guarda-chuva permanece em casa, como em tantas outras ocasiões; os papeis do banco transformam-se numa solução viável mas temporária. Está na hora, está frio. Chegou o outono... ou isso ou quiçá um colibri.

cinza.jpg

vale a pena pensar nisto

"O que mudarias no teu corpo?"

Criança, esse ser repleto de inocência e fantasia que vive num mundo mágico onde é possivel tocar o céu. Um video para ver e rever várias vezes, para tentar entrar nem que seja por breves instantes nos pensamentos destas criaturas. Porque tudo começou assim, como um papel em branco á espera de ser desenhado; ás vezes dá uma vontade enorme de pegar uma borracha e apagar alguns rabiscos, para poder usufruir deste encanto só mais uma vez. Existe quem queira, quem lute e quem consiga. Mas isso pertence apenas aqueles se premitem sonhar... ou isso ou quiçá um colibri.

balões.jpg

 

a moda do empreendedorismo

empreendedorismo_jovem.jpg

 

A moda veio para ficar. Sonhos, ideias, projetos, startups...

Um reboliço de movimentações no mundo empresarial; já me disseram que não passa de show off. Não concordo.

Em parte entendo a acusação, pelo próprio desgaste da palavra, mas não concordo; temo que se comecem a confundir conceitos. Esta nova atitude que deve ser apoiada e incentivada pode muito bem de um momento para o outro passar a valer zero, tudo fruto deste tal desgaste da palavra, empreendedorismo.

No tempo dos meus avós tinha outra designação, era o mais que rotineiro "arregaçar de mangas"; hoje em dia é aquele nome, grande, feio, gasto e deslavado.

A atitude está lá: coragem, paixão, persistência, caracteristicas comuns ás diferentes gerações, mas que na verdade aquele "arregaçar de mangas" tem muito mais poder que apenas e só aquela palavra gasta e solitária.

Mas o caminho é este, pelas trincheiras e com uma bandeira á frente como que de uma batalha se tratasse. No fim fica pelo menos o rasto do esforço, bem sucedido ou não, isso é o que menos importa, porque essa atitude que remete para a altura dos meus avós continua lá, e servirá pelo menos de aprendizagem para as novas batalhas que irão surgir pela vida, porque cair é sempre mais fácil que erguer. 

Por isso, força malta! Moda sim, show off não. ou isso ou quiçá um colibri.

o colibri

Atualidade social aos olhos de um colibri. uma perspetiva diferente, um voo nostálgico e dinâmico pelas ruelas da nossa terra. braga

colibri.jpg

Colibri é um género de beija-flor.

É conhecido como ucitelo, chupa-flor, pica-flor, chpa mel, binga, guanambi, guinumbi, guainumbi, guanumbi e mainoi. É uma ave da familia Trochilidae.

Adaptados de forma a permitir um voo rápido e extremamente ágil. São as únicas aves capazes de voar em marcha-ré e de permanecer imóveis no ar. O batimento das asas é muito rápido e as espécies menores podem bater as asas de setenta a oitenta vezes por segundo. A maioria das espécies é tropical e subtropical.

Caracteristica mais importante, visão muito apurada. 

Um olhar atento pela atividade do mundo, do país e especialmente da nossa bracara augusta.

ou isso ou quiçá um colibri.